11/07/2019
Dos Arquivos - Uma Batida na Porta

E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna. Porém, muitos primeiros serão os derradeiros, e muitos derradeiros serão os primeiros.

Mateus 19:29-30

(Publicado originalmente em 17 de agosto de 2015) O irmão Keith Herne, responsável pelo escritório da Gravações “A Voz de Deus” na Cidade do Cabo, nos enviou este testemunho. O Senhor Jesus ouviu a oração sincera do irmão Keith, resultando em uma visita completamente inesperada. 

Eis um pequeno testemunho do que aconteceu e da bondade de nosso Senhor Jesus.

Na semana passada, durante a reunião de oração, senti um forte desejo em meu coração. Orei e pedi ao Senhor que me permitisse apresentá-Lo para ao menos mais uma alma. No domingo, tivemos comunhão e lava-pés, e o irmão a quem lavei os pés também pediu ao Senhor que me enviasse uma pessoa. Na segunda-feira de manhã, menos de doze horas depois, o Senhor respondeu minha oração.

Houve uma batida na porta do escritório. Fui ver quem era e vi um jovem barbudo com um gorro rasgado e vestindo roupas sujas. Ele perguntou se poderia falar com alguém. Respondi que eu era alguém e que podia começar a falar. No começo, pensei que fosse um mendigo.

Ele me disse que era muçulmano, mas que alguém lhe deu uma Bíblia de Gideão e lhe disse para ler os cinco primeiros livros da Bíblia. Como muçulmano, era-lhe proibido ler a Bíblia, e quando a família dele o pegou lendo, o expulsaram de casa. Ele disse que o que leu na Bíblia o estimulou e começou a procurar por alguém que pudesse lhe dizer mais sobre isso, e foi por isso que veio ao escritório.

O nome dele é Imraan. Perguntei o que estava procurando na Bíblia. Ele disse que queria aprender mais sobre Jesus, porque na religião muçulmana, acredita-se que Jesus é apenas outro profeta. Ele perguntou a seus professores na mesquita e o advertiram para não questioná-los.

Contei a ele sobre o plano de Deus para salvar a raça humana e por que Jesus Cristo teve de pagar o preço pela nossa redenção. Sabendo que os muçulmanos se apoiam em obras, perguntei-lhe se Deus tivesse de dar a cada humano que nasce, uma lista de deveres e ele tivesse que assinalar todas as fases da vida dele, e perguntei se conseguia pensar em alguém que conseguiria assinalar cada exigência de acordo com o requisito de Deus e não a interpretação do homem. Ele admitiu que ninguém pode atender aos requisitos da lista de deveres de Deus, e ninguém passaria no teste.

Então eu disse que esta é a razão pela qual Jesus Cristo é o Ser perfeito, e que Ele quer trocar a lista de erros dele por aquela que Jesus Cristo preencheu sem falhas. Porque essa é a única maneira pela qual Deus nos aceitará. Ali mesmo ele disse que queria desistir da vida de pecado e se arrependeu, e que queria a vida de Jesus.

Agora ele quer ser batizado e eu o batizarei.

Contei a ele sobre os profetas e ele concordou que estamos no tempo do fim. Então lhe disse que Deus estendeu Seu amor e graça a nós, enviando-nos um profeta chamado William Marrion Branham.

Ele saiu muito feliz do escritório, mas me ocorreu que não havia lhe dado nenhuma Mensagem impressa.

Duas horas depois, ele voltou e ainda estava todo radiante. Eu o levei para a seção de livros e lhe dei o livro das Eras da Igreja. E também algumas roupas, porque as dele estavam muito ruins.

Algumas horas depois, às nove da noite, ele me ligou. Ele estava chorando. E disse que estava saindo do hospital e se poderia ir me ver.

Ele chegou com a cabeça e os olhos enfaixados. E disse que seu irmão mais velho e seu pai descobriram onde ele estava e que ele queria se tornar um cristão. Eles o espancaram e o ameaçaram de morte porque ele aceitou a Jesus Cristo. Ele disse que a alegria que sentira antes o deixara. E que a vida dele estava em perigo e que tinha de fugir. Se um muçulmano se torna cristão, ele corre perigo, até mesmo risco de morrer. Ele me perguntou por que não podia morrer naquele instante já que encontrara o Senhor. Eu disse que eu também, há muito tempo, queria que o Senhor me levasse para o Lar e que senti esse desejo muitas vezes, mas o Senhor me guardou para benefício dele. Isso mostrava o quanto o Senhor o amava, pois assim ele pôde encontrar o que estava procurando. De repente, ele começou a sorrir. Então eu também lhe disse que já que havia encontrado o que estava procurando, agora era a oportunidade dele de mostrar a alguém mais.

Ele disse que estava planejando encontrar-se com um caminhoneiro que viajava longas distâncias e que poderia levá-lo a um lugar a 500 km dali, pois seu irmão e seu pai estavam procurando por ele, portanto ele estava em perigo. Eu orei por ele e lhe dei uma Bíblia King James.

Esta manhã, ouvi alguém bater na porta do escritório e era Imraan novamente. Ele disse que começou a ler o livro das Eras da Igreja enquanto esperava pelo caminhoneiro. E que quando chegou à página 37, leu sobre os irmãos de José que o rejeitaram. E disse que era exatamente o que estava acontecendo com ele. Então ele leu na Bíblia onde o Senhor diz que colocou diante dele uma porta aberta que ninguém pode fechar. Ele disse que foi o que aconteceu com ele quando chegou ao escritório pela primeira vez.

Ele disse que uma onda de emoção o invadiu ali, e que não fugirá por causa do medo. Ele crê no que Deus disse em Sua Palavra, de que Ele nunca o deixará, nem o abandonará. Ele me perguntou: “Irmão Keith, este é o Deus que você serve?” Fiquei orgulhoso de dizer que sim. Então ele quis saber mais sobre o irmão Branham.

Enquanto ele estava esperando o caminhão naquela noite, um homem se aproximou e perguntou por que ele estava todo enfaixado. Ele disse que havia aceitado Algo e fora punido por isso. Aquele mesmo homem lhe ofereceu um emprego.

Deus os abençoe.

Irmão Keith

Gravações “A Voz de Deus”

Envie para um Amigo

Enviar